Aquisições 2017

Deixe um comentário

‘O Anel’ é um romance atípico que narra a partir do presente a queda dramática dos templários. Em plena Barcelona contemporânea, Jorge Molist abre uma janela para o enigmático mundo dos templários e leva o leitor à época das Cruzadas neste thriller que combina história e mistério.
Tudo começa quando, no dia de seu aniversário de 27 anos, Cristina, jovem e promissora advogada espanhola, que vive em Nova York, ganha dois anéis. O primeiro, com um brilhante de compromisso, recebe de um rico corretor da bolsa; o outro, um misterioso anel antigo, provém de um anônimo, entregue a ela por meio de um mensageiro.
Ela aceita os dois anéis, sem saber que são incompatíveis. Dias depois de comemorar o aniversário, chega um telegrama que a convoca para voltar a Barcelona para a leitura de segundo testamento de seu padrinho. Descobre que o estranho anel foi deixado para ela como herança, e que cabe ao detentor dele uma grande responsabilidade.

12

Aquisições 2017

Deixe um comentário

Edith Hahn era uma mulher austríaca extrovertida e de opinião forte quando a Gestapo aprisionou os judeus em um gueto e, depois, em um campo de trabalhos forçados. Quando Edith retornou à Viena, ela sabia que seria cassada pelos nazistas. Resolve, com a ajuda de uma amiga cristã, criar uma nova identidade. Assim emerge Grete Denner. Foi como Grete que ela conheceu Werner Vetter, um membro do partido nazista que se apaixonou perdidamente por ela. Apesar de seus protestos e de confessar ser judia, Werner a pediu em casamento e manteve sua identidade em segredo. Neste livro, Edith reconta como era viver em constante medo. Ela revela como os oficiais nazistas casualmente questionavam a linhagem de seus pais, como ela recusou analgésicos durante o parto de seus filhos, o momento em que seu marido foi capturado pelos soviéticos, quando foi expulsa de sua casa e teve que se esconder de soldados russos bêbados que estupravam mulheres na rua, dentre tantas outras experiências terríveis de um dos períodos mais avassaladores da História.

11.jpg

Aquisições 2017

Deixe um comentário

As indagações do mundo real e a da própria vida diária levaram os amigos Gabriel Chalita e padre Fábio de Melo a se corresponderem por um meio quase esquecido em tempos de e-mails: as cartas escritas à mão. Dessa troca, desse diálogo entre os amigos, surgem de maneira quase iluminadora, respostas para muitas questões que a sociedade ainda espera.
Das reflexões individuais de cada autor nascem as afinidades intelectuais de duas mentes motivadas e envolvidas com nosso tempo, e que trazem ao leitor referências – de textos escritos em outras épocas – que podem ser citadas em qualquer situação do mundo contemporâneo em que vivemos.

10

Aquisições 2017

Deixe um comentário

Poucos dias antes de completar dezessete anos, após mais uma bebedeira, Jack London caiu na água e só não morreu porque foi resgatado por um pescador. Logo após esse episódio, embarcou no Sophia Sutherland, barco destinado à caça de focas no Pacífico. Essas duas experiências estão retratadas de maneira visceral em O lobo do mar. Lançado em 1904, um ano depois de O chamado na floresta – ambos publicados com estrondoso sucesso -, este romance mostra o embate entre Humphrey van Weyden, o homem das letras, e Wolf Larsen, o implacável capitão do Ghost, e a luta que eles travam para sobreviver às tempestades e outros riscos mortais em alto-mar. Nos vívidos diálogos entre Larsen e Van Weyden, Jack London revive seus próprios questionamentos e produz uma soberba alegoria sobre a humanidade, o instinto de sobrevivência e o heroísmo.

09

Aquisições 2017

Deixe um comentário

Um relato emocionante sobre os aromas, os sabores e as tradições da região italiana
No verão de 1995, a jornalista americana Marlena de Blasi estava casada há apenas nove meses com um veneziano, quando uma revista acadêmica a encomendou um artigo sobre as regiões do interior da Sicília. A autora conta que na época, já havia escrito longamente sobre as cidades e os vilarejos costeiros. Em “Um Certo Verão na Sicília”, o casal descobre a misteriosa Villa Donnafugata e os segredos de sua bela e misteriosa proprietária, a signora Tosca Brozzi, que vive no lugar há mais de trinta anos, desde que seu pai a trocou por um dos cavalos do príncipe Leo, quando ela tinha 9 anos. Sua raiva inicial deu lugar a carinho e, depois, amor pelo príncipe. Juntos, depois da Segunda Guerra Mundial, Tosca e o príncipe levaram educação, bem-estar e um novo conceito de propriedade ao vilarejo que dependia das terras do nobre. No entanto, Leo acabou sendo punido pela Máfia por afrontar a hierarquia secular que mantinha os ricos no conforto e os pobres na miséria.

08

Aquisições 2017

Deixe um comentário

Este livro traz a opinião de artistas, pensadores e escritores sobre vários temas cotidianos e desafiadores. São frases pronunciadas ora com humor, ora com seriedade, que propiciam a satisfação e o conforto de encontrar pares que parecem dizer tudo o que se poderia dizer em certos momentos e ocasiões da vida.

01

Aquisições 2017

Deixe um comentário

Valter Hugo Mãe agora na Biblioteca Azul com prefácio de Caetano Veloso. Depois de perder a mulher, o barbeiro António Jorge da Silva passa a viver num lar de idosos. Os quartos da ala direita dão para um jardim onde crianças brincam. Os da esquerda, reservados aos acamados, têm vista para o cemitério. Que alegrias pode a vida oferecer a alguém tão próximo de seguir esse caminho? A convivência com funcionários e pacientes do asilo, entre eles o centenário Esteves “sem metafísica”, do poema “Tabacaria”, de Fernando Pessoa, revela a António uma nova possibilidade de existência. Como a flor que fura o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio, a prosa trágica e divertida de Valter Hugo Mãe busca, na humanidade dos que padecem, material para louvar a vida, mesmo em suas manifestações mais ameaçadas.

04.png

Older Entries